0

Herpes zoster – o que é e como tratar

O herpes pode ser uma doença bastante complicada, causando alguns problemas graves à nossa saúde quando não tratado. Um dos mais perigosos é o herpes zoster, a quem muitos chamam de Cobrão, resultante de problemas antigos como a varicela, que atua particularmente em pessoas com um organismo mais frágil, como as pessoas de mais idade ou doentes com problemas imunológicos. Este vírus foca-se essencialmente no sistema nervoso central, geralmente na parte de trás do tronco. Vamos ver como podemos evitar este vírus, ou em último caso, como o tratar.

Herpes zoster

Como sei que apanhei herpes zoster?

Quase todos os tipos de herpes são prevenidos automaticamente pelo nosso sistema imunológico, não sendo o zoster excepção, porém, quando o nosso organismo se encontra mais fraco em termos de defesa, fica exposto a este tipo de vírus., deixando quase 25% da população mundial à mercê deste problema. Geralmente, os primeiros sinais deste tipo de herpes surgem através de dores físicas no local onde se desenvolve o problema, dando inicio a febres e dores de cabeça, dentes, ouvidos e de problemas no batimento cardíaco. Passado alguns dias do início da dor, o herpes zoster começa a manifestar-se visualmente na zona afetada, dando origem a pequenas erupções cutâneas, formando pequenos amontoados de borbulhas, arranhões e cicatrizes, criando crosta durante 1 semana. Geralmente estas erupções acompanham o nervo em questão, podendo alargar-se em grandes quantidades de pele, sendo mais complicado de combater. A dor física provocada por este tipo de herpes dura em média de 1 a 2 meses, sendo bastante incomodativo para o portador. Por vezes podem ocorrer paralisias, quando o herpes é na zona posterior do corpo, e problemas de audição acompanhados de sensação de vertigem.

Como tratar a herpes zoster?

O herpes zoster tem um tratamento comum a outros tipos de doenças eruptivas como a varicela ou o sarampo, através de tratamentos anti-virais e outros fármacos ativos. Inicia-se o tratamento através da remoção da dor física, que é a parte mais incomodativa para o doente, com analgésicos e pomadas que aliviem a sensação de ardor e incômodo. Atenção às pomadas com corticoides que tendem a baixar o sistema imunológico, sendo por isso desaconselhados. Para atuar no desaparecimento das mazelas cutâneas, é necessário um tratamento com os anti-virais, que irão reduzir as hipóteses dessas erupções darem início a doenças mais gravosas, como as úlceras, especialmente através de glanciclovir e aciclovir, os fármacos mais eficazes e acreditados pelo sistema nacional de saúde em Portugal para combater o herpes zoster.

É necessário um bom acompanhamento pelo seu médico ou farmacêutico para combater eficazmente este vírus, capaz de graves problemas.

Arquivado em: Doenças, Herpes, Recentes Tags: , , ,

Artigos Relacionados

Partilhe com os seus amigos!

Deixar um comentário

Enviar Comentário

*
= 5 + 1

© 2014 SaúdePT. Todos os direitos reservados.
Proudly Powered by Wordpress